Pagina Principal
  Bairros
  WebRádio Maceió 2
  WebRádio Maceió
  Galeria de Fotos
  Ruas de Maceió
  Praças de Maceió
  Canta Alagoas (Letras)
  Cd Alagoano
  Em Verso e Prosa
  Livro de Visitas
  Fale Conosco
  Alagoas Arte e Cultura
  Vida de Artista
  Podcast
  Vida de Artista na 107
  A Palavra é ...
  Alagoas uma má notícia
  Bares e Restaurantes
  Cidadania
  Estatística do site
  Itinerário de Onibus
  Maceió, A Capital
  O Forro da WebRadio
  Onibus on line
  Prêmios e Reportagens
  Rádio - Agência
  Ruas com 2 nomes
  Ruas em Verso & Prosa
  Serraria FM 87,9
  Tempo em Maceió
  Todos os Sons
  Video Clip
  WebRadio - Player

  Gustavo Lins

  Mapa dos Bairros
  Brasão
  Bandeira
  Hino
  Links
  Praias e Lagoas
  Museus
  Logradouros
  Turismo
  Prefeitos de Maceió
  Noticias da Cidade
  Caderno 2























Abertura do Programa - 11/04/09
Duração: 1'55"


Tema: O menino da sua mãe
Autor: Fernando Pessoa

No plaino abandonado
Que a morna brisa aquece,
De balas trespassado
– Duas, de lado a lado –,
Jaz morto, e arrefece.

De braços estendidos,
Alvo, louro, exangue,
Fita com olhar cego e langue
os céus perdidos.

Tão jovem! jovem era!
(Agora que idade tem?)
Quando menino, a mãe lhe dera
Um nome e o mantivera:
«O menino da sua mãe».

Caiu lhe do bolso,
A cigarreira breve
Dera lhe a mãe
O outro bolso
A ponta a roçar o solo
A brancura embainhada
De um lenço... Deu-lho a criada
Velha que o trouxe ao colo.

Lá longe, há a prece:
«Que volte cedo, e bem!»
(Malhas que o Império tece!)
Jaz morto, e apodrece,
O menino da sua mãe.